Home

Bem vindos!

Os Cursos de Desenvolvimento de Servidores (CDS) integram a política de desenvolvimento de pessoal do Instituto Federal do EspíritoSanto (Ifes), instituida a partir do Decreto 5.707/2006.

 
 

Objetivos

  • Criar treinamentos voltados à estratégia organizacional e às necessidades de competências da instituição;

  • promover a ambientação institucional de novos servidores;

  • fortalecer a prática de “multiplicadores de conhecimento” na instituição e formação do Banco Interno de Talentos;

  • possuir um plano de capacitação continuada, sustentável, eficaz e de baixo custo, uma vez que os treinamentos são realizados para vários servidores e, preferencialmente, em nossas instalações, por meio de instrutores internos, minimizando os custos com diárias e passagens;

  • possibilitar a progressão funcional e a capacitação funcional de maneira flexível e exequível;

  • implantar as visões Gestão de Competências e de Capacitações Dinâmicas; e

  • promover aumento de integração entre servidores efetivos da instituição, auxiliando o desenvolvimento informal.

Diretrizes

 

  • Incentivo ao trabalho com instrutores internos, como forma de valorizar nossos próprios servidores e aproveitar as competências disponíveis, além de minimizar custos de contratação;
  • qualquer servidor, docente ou técnico-administrativo, do quadro permanente da instituição, pode se cadastrar como instrutor;
  • evitar contratar treinamentos externos para único servidor, incentivando a ofertar de treinamentos internos, como forma de ampliar o número de capacitações, reduzir os investimentos por treinando, bem como as despesas com diárias e passagens;
  • a seleção de treinamentos novos é feita por: indicação dos treinamentos realizados no ano anterior; planos de capacitação de outras instituições (ENAP, Casa Civil, UFPR, UFTM, etc); sugestões de servidores, via site, para treinamentos novos; enquete com servidores, via web; e sugestões do Colégio de Dirigentes;
  • podem ser criados treinamentos novos em função das estratégias da instituição ou de necessidades específicas detectadas;
  • uso intensivo de ferramentas web e site para divulgação;
  • composição de treinamentos de curta duração em Aperfeiçoamentos;
  • reduzir custos e otimizar trabalho, evitando tarefas usualmente desgastantes em grande volume de treinamento, tais como o uso de material impresso e a disponibilização de coffee break (com comidas e bebidas);
  • implantar diversas modalidades de treinamento simultaneamente: presenciais, semipresencial, educação à distância e autotreinamento;
  • possibilitar a capacitação para fins de progressão funcional de maneira flexível e exeqüível;
  • nos treinamentos presenciais serão priorizados a realização em dias inteiros, para facilitar deslocamento de diferentes Campi;
  • existe uma equipe permanente, da Coordenadoria de Desenvolvimento de Pessoas (CDP) da Reitoria, responsável pela organização dos treinamentos.